Número de turmas do Senar PE dentro da Funase cresceu em 2019


 

 

Instituição parceira recebeu registro de elogio por oferta de treinamentos profissionalizantes em unidades socioeducativas de todo o Estado

Subiu de 11 para 14 o número de turmas do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-PE) dentro da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) em 2019. O aumento da oferta de treinamentos no comparativo com o ano anterior viabilizou a qualificação profissional de 157 socioeducandos em áreas como agricultura, jardinagem, artesanato, eletricidade e pintura imobiliária. Por conta dos resultados da parceria, que não tem ônus para os cofres públicos e aumenta as chances de inserção dos adolescentes no mercado de trabalho, a Funase entregou um registro de elogio ao superintendente do Senar-PE, Adriano Moraes.

“Temos com o Senar-PE uma parceria antiga, importante e consolidada. Em 2018, tivemos cerca de uma centena de certificados conquistados por nossos adolescentes. Em 2019, esse número cresceu e chegou a 157 vagas ofertadas. Os treinamentos dão ênfase à aprendizagem pela prática, o que é um diferencial muito importante no atendimento ao público da nossa instituição”, afirma o coordenador do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase, Normando de Albuquerque, responsável pela entrega do registro de elogio ao lado dos assessores e instrutores de cursos Rafael Souto Maior e Elaxis Duarte, do mesmo setor.

Em 2019, o Senar-PE ofertou a socioeducandos da Funase os treinamentos em Artesanato em Embalagens, Artesanato em Material Reciclável, Artesanato em Couro, Artesanato em Couro e Pele, Plantas Ornamentais e Terrário, Agricultura Orgânica, Cultivo de Olerícolas de Raízes e Bulbos, Bombeiro Hidráulico, Eletricista e Pintura Imobiliária. Os cursos foram ministrados nos Centros de Atendimento Socioeducativo (Case) situados em Abreu e Lima, Pirapama (Cabo de Santo Agostinho), Vitória de Santo Antão, Timbaúba, Arcoverde e Garanhuns, todos voltados à internação, além da Casa de Semiliberdade (Casem) Garanhuns.

Fonte: Funase