Classe produtora ressalta importância do Censo Agropecuário 2017


Pesquisa começa no dia 1º de outubro e vai até 28 de fevereiro de 2018

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e a Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco (Faepe) ressaltam a necessidade de o produtor participar do Censo Agropecuário 2017 e responder corretamente as perguntas dos pesquisadores nas visitas aos estabelecimentos rurais.

De acordo com o gerente do Censo Agropecuário, Antonio Florido, “é fundamental a participação do produtor porque os dados fornecidos serão utilizados em futuras políticas públicas para a agropecuária”.

Todos os estabelecimentos agropecuários do país – estimados em 5,3 milhões de propriedades pelo IBGE -, serão visitados por 18,8 mil recenseadores, do dia 1º de outubro de 2017 até 28 de fevereiro de 2018.

Os resultados preliminares serão divulgados entre março e abril de 2018. Florido destacou que a “veracidade das informações fornecidas será fundamental para um diagnóstico correto” da situação da agropecuária. As informações prestadas pelo produtor são sigilosas.

No questionário elaborado pelo IBGE estarão perguntas como o tipo de produção, as condições de plantio, infraestrutura e mão-de-obra empregada.

Ferramenta estratégica – O Censo Agropecuário é a uma ferramenta imprescindível, que baliza e define as estratégias para a adoção de programas essenciais ao crescimento do setor, fortalecendo a agricultura e a pecuária do país.

A coleta dos dados será digital e, caso algum produtor não receba a visita do pesquisador, poderá procurar o Centro de Informações do IBGE de sua região e solicitar a presença de um recenseador no estabelecimento.

Fonte: Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Divulgação